Sustentabilidade e uso responsável da água, nossa abordagem às mudanças climáticas

Como ajudamos a tornar o Chile mais sustentável

A mudança climática representa uma das maiores ameaças à agricultura em todo o mundo, e o Chile não é exceção. O país está enfrentando condições climáticas cada vez mais extremas, com eventos de geada e ondas de calor mais frequentes, imprevisíveis e intensos do que nos últimos 50 anos. Para alcançar uma agricultura sustentável e resiliente nesse contexto, são necessárias estratégias inovadoras para otimizar o uso da água e proteger as plantações. A seguir, analisamos alguns dos desafios enfrentados pela agricultura chilena e as soluções baseadas em novas tecnologias e práticas sustentáveis, respaldadas por pesquisas científicas reconhecidas mundialmente.

A agricultura chilena é diversificada e abrange diferentes regiões, cada uma com suas particularidades climáticas. No entanto, todas elas são afetadas pelas mudanças climáticas de forma semelhante. Geadas tardias e precoces, secas intensas e chuvas irregulares estão danificando as plantações e ameaçando a segurança alimentar do país. De acordo com especialistas, os eventos climáticos extremos estão aumentando. No Chile, em particular, as geadas de primavera estão se tornando mais frequentes e devastadoras para as culturas sensíveis a baixas temperaturas.

A água é um recurso vital na agricultura e seu uso responsável é essencial para lidar com a escassez de água, outra questão relevante para o país. A implementação de sistemas de irrigação eficientes e a adoção de práticas de conservação de água são cruciais para melhorar a sustentabilidade agrícola. Nas palavras de Felipe Cáceres, engenheiro hidráulico da Pontificia Universidad Católica, "a agricultura irrigada é responsável por grande parte do consumo de água no Chile. A aplicação de técnicas de irrigação por gotejamento, que integram as inovações científicas e tecnológicas atuais, pode aumentar significativamente a eficiência do uso, proporcionando sustentabilidade e adaptabilidade aos nossos processos agrícolas, criando assim um exemplo para o resto do mundo".

Para lidar com as geadas cada vez mais frequentes, são necessárias abordagens inovadoras. Uma opção é o uso de tecnologias de monitoramento e previsão do tempo para antecipar a geada e tomar medidas preventivas. A instalação de estações meteorológicas e o uso de modelos de previsão podem fornecer aos agricultores informações valiosas sobre o início da geada. Isso permite a aplicação oportuna de técnicas de proteção, como a irrigação de culturas com emissores de baixa precipitação antes do evento, protegendo assim as culturas e o uso da água.

O investimento em pesquisa e desenvolvimento possibilitará a criação de variedades de culturas mais resistentes ao frio e à seca, bem como o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes e ecologicamente corretas. A agricultura de precisão, por meio do uso de sensores e software, também pode otimizar o gerenciamento de culturas e reduzir o consumo de água e energia.

El cambio climático representa un desafío significativo para la agricultura chilena, pero también abre oportunidades para la innovación y la adopción de prácticas más sostenibles. La combinación de nuevas tecnologías, como los sistemas de control climático de Tierraverde y el uso de pronósticos climáticos, junto con el desarrollo de variedades de cultivos más resistentes, puede ayudar a proteger nuestros recursos naturales y asegurar la producción agrícola en el país. El compromiso de científicos internacionales es clave para respaldar estas soluciones y garantizar así un futuro más seguro y sostenible para la agricultura chilena.

Difundamos esta información